cmt pulse: efeitos atrativos de sinergia

O processo CMT (Cold Metal Transfer) revolucionou as áreas de aplicação da soldagem. Uma aplicação de calor baixa e, assim, menor deformação, regulagem extremamente estável do arco voltaico, soltura de pingos exatamente dosada, impedimento da formação de respingos, união de chapas finas (mesmo revestidas), diversos metais e uniões finas/grossas estão entre suas vantagens. Com o CMT Pulse, uma combinação de CMT e arco voltaico de impulso, a janela de processo, ou seja, a faixa de potência energética, foi ampliada ainda mais para cima. Este processo de soldagem disponibiliza ao soldador um ambiente energético entre o CMT e o arco voltaico de impulso em qualquer tamanho desejado. Além disso existe ainda a estabilidade do processo aumentada, também no arco voltaico de impulso „puro“, graças às vantagens técnicas de regulagem do método de soldagem CMT.

Vantagens na aplicação


Os usuários piloto e a Fronius comprovaram a soldagem principalmente de espessuras críticas de 0,5 a 3,0 mm de ligas CrNi-aço e alumínio como campo de aplicação preferido do CMT Pulse. O usuário pode selecionar a aplicação de calor por meio de toda a área do CMT e do arco voltaico de impulso praticamente continuamente. Assim, ele aumenta os limites de potência do CMT ao mesmo tempo em que mantém suas vantagens.

encontre seu parceiro para contato

FRONIUS DO BRASIL COMÉRCIO, INDÚSTRIA E SERVIÇOS LTDA

fnp@sebavhf.pbz Outras possibilidades de contato