a beleza da soldagem

DMITRY KUSCHNIRUK descobriu o amor pela soldagem artística durante o período em que trabalhou no Instituto Paton.

A técnica da soldagem de titânio foi desenvolvida e impulsionada nos anos 1970 – no início da Era Espacial. E o Instituto Paton esteve à frente nesse processo. As obras de arte de titânio de Dmitry Kuschniruk, como a rosa de titânio, foram criadas por meio de um complexo e minucioso trabalho com o processo TIG e refletem a alma e o mundo interno do artista.

Quem solda esculturas de titânio precisa de habilidades manuais excepcionais. O material não perdoa erro nenhum e uma costura danificada não pode ser facilmente reparada. Além disso, o artista precisa de uma sensibilidade especial no manejo do material para atingir um determinado tom de cor na obra de arte.

E era justamente isso que Dmitry Kuschniruk dominava com perfeição.