Big Data: A Matéria-Prima do futuro na tecnologia de soldagem

Os especialistas estão de acordo: Big data tem potencial para transformar a sociedade, política e economia de forma tão determinante quanto a eletricidade ou Internet. Na tecnologia de soldagem, a coleta e o processamento de informações relevantes para processos também abre um enorme potencial de otimização e possibilita modelos de negócio completamente novos. Porém, para controlar a constante enxurrada de dados novos e utilizá-los de modo proveitoso, é essencial ter as ferramentas certas – e a abertura necessária para lidar com a tecnologia digital do futuro.

A transformação digital é onipresente e afeta não apenas os modelos de negócio tradicionais, mas também o cotidiano das pessoas. Lojas online, serviços de streaming, plataformas de mídias sociais, portais de notícias ou ferramentas de rastreamento fazem parte do nosso dia a dia. A Internet se transformou em uma rede de comunicação global e revolucionou a forma com que trabalhamos, aprendemos e nos comunicamos. Cada vez mais atividades acontecem online – e cada uma delas deixa vestígios na rede. O volume de dados global está crescendo de forma imensurável e trazendo novos desafios para a sociedade, economia e política. Como essa abundância de dados pode se tornar útil? Algo que tem um papel importante nesse sentido é a análise de Big Data. Por meio de software, grandes volumes de dados são analisados sistematicamente. A ideia é estruturar as informações coletadas e, principalmente, analisá-las de forma qualitativa. O que é relevante deve ser filtrado para que os dados possam ser utilizados de modo proveitoso.

NOVAS ÁREAS DE NEGÓCIO PARA FABRICANTES DE TECNOLOGIA DE SOLDAGEM

Nos processos de produção industriais, a contínua coleta e análise de dados também está ganhando cada vez mais importância – por exemplo, na tecnologia de soldagem: modernas fontes de solda coletam informações sobre corrente, tensão, avanço de arame, velocidade de soldagem, tempo de soldagem e número do serviço, entre outras. Por um lado, isso ajuda a otimizar os processos e evitar erros. Os usuários também podem integrar perfeitamente os seus sistemas em um meio de produção interconectado e automatizado. Porém, big data também possibilita modelos de negócio completamente novos aos fabricantes de tecnologia de soldagem: a coleta e análise de dados do usuário permite que se conheça a fundo a rotina de trabalho e os desafios do usuário. Com essa base, é possível criar soluções individualizadas, adaptadas com exatidão às necessidades das empresas produtoras.

Portanto, os dados de usuários não são mais importantíssimos apenas para os gigantes da Internet. A importância estratégica dos dados também está crescendo para empresas de médio porte, como fabricantes de tecnologia de soldagem. Quem „escuta“ online e entende a visão dos usuários obtém uma clara vantagem competitiva e fortalece a ligação com seus clientes de forma duradoura. E os próprios usuários se beneficiam disso: por exemplo, através de processos de soldagem melhores e mais eficientes, com os quais podem economizar tempo e custos a longo prazo.