o sonho da soldagem um homem na faixa de ultrapassagm

Todo mundo quer „viver o seu sonho“ – mas David Blackburn o constrói. Durante o dia, ele trabalha como serralheiro há 15 anos; à noite e nos finais de semana, como soldador. Com a sua empresa individual Blackburn Fabrication em Columbus, Ohio, ele repara tudo – desde coletores de escape para aviões até cercas de fazendas – e projeta placas, para-choques e equipamentos de soldagem personalizados. As confiáveis e versáteis fontes de solda da Fronius para soldagem manual ajudam David a satisfazer completamente os seus clientes a cada trabalho realizado.

Assim como muitos outros, David começou a soldar ainda criança, na garagem da família. Da soldagem de eletrodos ele passou para a soldagem MIG, depois para a soldagem TIG e, durante esse tempo, ajudou os amigos em projetos simples ou reparos em troca de pagamento. De repente, esse trabalho secundário ficou mais importante, quando os amigos com quem morava na época sugeriram que ele fosse até o aeroporto onde trabalhavam. Lá havia inúmeros trabalhos de soldagem a serem realizados – e isso permitiu que David transformasse sua atividade em uma fonte de renda regular. Ele começou com aviões pequenos, privados e experimentais, nos quais soldava alumínio e aço inoxidável. Gostou tanto do trabalho que buscou a certificação da autoridade de aviação americana FAA. Durante seis anos, David trabalhou em aviões.

Isso foi a base do que agora é o seu objetivo. David planeja a criação de uma serralheria própria. Mas, no momento, seu foco está na soldagem móvel. Para isso, ele está construindo uma caminhonete projetada por ele mesmo, assim como caixas de ferramentas, armações e prateleiras para equipamentos na caminhonete. „Realizar trabalhos de soldagem em campo aberto tem seus desafios particulares“, ele conta. „Quando trabalhava no aeroporto, aprendi que nem sempre é possível chegar com um sistema de soldagem montado sobre um veículo perto o suficiente de um avião. Isso significava a necessidade de cabos mais compridos, que, no entanto, poderiam gerar um arco voltaico instável. Além disso, a maioria dos sistemas de soldagem precisa de uma alta tensão, que não existe disponível em edifícios comuns com alimentação de 110 V.“ Então David procurou por novos caminhos: um deles é o equipamento de soldagem que ele está construindo. O outro o levou até a Fronius.

„A primeira vez que vi os sistemas de soldagem da Fronius foi na FABTECH 2016 em Las Vegas. Quando meu amigo e eu nos aproximamos do estande, um dos funcionários respondeu nossas perguntas e nos mostrou os produtos que eram relevantes para nós e nossas necessidades. O que eu não sabia na época é que aquela pessoa era a pessoa de contato para a nossa região na Califórnia. E não me tratou diferente de como trata seus grandes clientes, apesar de eu ter lhe dito que a soldagem era um trabalho secundário para mim.“

Depois de ter aprendido mais sobre os confiáveis sistemas de soldagem da Fronius para uso portátil, David marcou uma data para demonstração na filial local. „Eu estava em busca de um aparelho com capacidade de multiprocessamento, que atendesse a todas as minhas necessidades – inclusive a de soldar eletrodos 6010“, ele explica. Junto com os especialistas da unidade da Fronius na Califórnia, ele testou diversos sistemas de soldagem e, por fim, optou pela TransPocket 180. A versátil fonte de solda lhe permitiu trabalhar com todos os eletrodos necessários, realizar diferentes tarefas e executar todos os trabalhos com mobilidade. O aparelho funcionou perfeitamente, o que lhe deu confiança para aceitar mais encomendas de novos clientes..

A Fronius oferece a TransPocket em duas versões. Uma delas é voltada sobretudo para a soldagem de eletrodos, a outra para a soldagem TIG. David optou pela versão TIG. Ela é própria para o arco pulsado para soldagem MIG/MAG e dispõe de uma função de parada confortável, que permite acabamentos limpos nas costuras de soldagem. A Trans- Pocket é portátil e pode ser operado com uma tensão de 110 volts e com cabos de energia elétrica de até 100 metros de comprimento sem perda de potência na tocha de solda nem acionamento do disjuntor. Essa combinação era ideal para a Blackburn Fabrication.

David trabalha em todos os projetos que lhe são oferecidos. Esses projetos também incluem muitas cercas de fazenda e portões – trabalhos para os quais é vantajoso um aparelho durável, pequeno. Muitos equipamentos funcionam perfeitamente na sala de exposição, mas David está sempre submetendo sua TransPocket às duras condições da vida na fazenda. A reação dele? „É um sistema de soldagem simplesmente fantástico. Pelo seu tamanho, oferece uma qualidade realmente excepcional.“

Para a soldagem TIG, David adquiriu também uma TransSteel 2500. O aparelho monofásico funciona com 230 volts e é especialmente apropriado para aço e aço inoxidável. A versatilidade da fonte de solda impressiona David. Inteligentes funções de controle lhe permitem alterar configurações diretamente na tocha de solda. „Eu estava trabalhando na minha caminhonete e tinha uma costura de 1/4 de polegada e uma de 1/8 de polegada. Apesar disso, não precisei voltar até o aparelho, pude continuar trabalhando. Tudo fica muito mais fácil assim.“

Além de outros projetos grandes, David também pretende oferecer reboques, armações e para-choques soldados de forma personalizada quando inaugurar a sua loja. Com essa crescente personalização, ele também precisará comprar mais equipamentos para poder trabalhar com o máximo de eficiência possível. Entre outros equipamentos, um que está na sua lista é o novo MagicWave 230i, que a Fronius lançou no mercado recentemente. O sistema de soldagem TIG monofásico destaca-se por formas de curva inovadoras e funções para início de alta frequência e impulsos elétricos, que permitem a soldagem de quase todos os materiais. „O aparelho possui algumas interessantes funções para a soldagem de corrente alternada. Também me interessa a função Bluetooth/WLAN, que pode ser controlada pelo smartphone. Isso é algo que, sem dúvida, ninguém mais oferece.“