FORTE PRESSÃO SOB OS CUSTOS RÁPIDOS MÉTODOS DE SOLDAGEM

Além de ser um dos materiais mais antigos, o aço também é um dos mais baratos. Ele existe em grandes quantidades e diversas variantes – a maioria delas é de fácil processamento. Isso torna o aço uma importante matéria prima básica na indústria automobilística também.

Os componentes da construção de automóveis, como amortecedores, suportes de eixo, braços de suspensão e armações de assento, por exemplo, são geralmente de aço; os componentes do sistema de escape também costumam ser de aço inoxidável. Do ponto de vista metalúrgico, a soldagem de peças de aço e aço inoxidável na construção de automóveis não é nenhuma grande tarefa. Ainda assim, a produção dessas peças apresenta desafios: além de existirem altas exigências de qualidade no setor automobilístico, principalmente a indústria fornecedora sofre uma forte pressão de custos. Por isso, produtividade máxima é o maior lema. Por um lado, a fusão requer altas velocidades de soldagem; por outro lado, o processo de soldagem utilizado precisa garantir um retrabalho mínimo.

Os processos de soldagem Low Spatter Control (LSC) e Pulse Multi Control (PMC) desenvolvidos pela Fronius atendem a essas exigências: no processo com arco voltaico curto LSC, a transferência de gota para o banho de solda ocorre com baixa potência. A aplicação de calor no componente é consequentemente baixa e não ocorrem respingos – isso poupa tempo e custos com retrabalho. A regulação digital através da fonte de solda TPS/i possibilita um elevado controle sobre o arco voltaico: o estabilizador de penetração de solda garante um cordão firme. Ele também faz com que a corrente de soldagem permaneça estável mesmo quando as distâncias entre a tocha de solda e o componente variam, proporcionando assim uma penetração de solda constante.

O PMC se baseia em um arco voltaico de impulso. O processo é caracterizado principalmente por elevada estabilidade e elevado peso do material projetado por unidade de tempo. Além do estabilizador de penetração de solda, o PMC apresenta o estabilizador de comprimento do arco voltaico: Esse estabilizador mantém o arco voltaico constantemente curto, proporcionando assim um processo de soldagem estável – mesmo no caso de altas velocidades e fendas e espessuras de material variáveis. Dessa forma, as empresas fornecedoras podem fabricar componentes automobilísticos de aço com a maior produtividade possível.