AccuPocket

O que é

Soldagem com eletrodo revestido?

Fácil, versátil, efetiva 

A soldagem com eletrodo revestido (também solda por arco elétrico manual ou soldagem manual) é, geralmente, o primeiro processo de soldagem ensinado aos soldadores durante o treinamento. É fácil de aprender, mas já proporciona percepções sobre o funcionamento dos sistemas de soldagem e a relação de metais para tensão elétrica.

A soldagem com eletrodo revestido oferece inúmeras vantagens em relação aos processos MIG/MAG e TIG. Basicamente, quase todos os materiais podem ser soldados com eletrodos revestidos. O método de soldagem é usado principalmente na construção em aço e de dutos, mas também no artesanato e na indústria metalúrgica. A soldagem com eletrodo revestido permite qualquer tipo de posição e de cordão de soldagem – seja em condições de pressão, seja sobre a cabeça, cordão ascendente ou soldagem descendente. Além disso, o soldador é independente de gases de proteção e pode facilmente trabalhar ao ar livre – mesmo em condições climáticas adversas, como vento ou chuva.

Soldagem com eletrodo revestido: Como funciona

Na soldagem com eletrodo revestido, um contato de eletrodo revestido e peça de trabalho faz a ignição do arco voltaico. Isso cria um curto-circuito entre os dois polos por uma fração de segundo, para que, então, a corrente possa fluir. O arco voltaico queima entre a peça de trabalho e o eletrodo. Isso cria o calor de fusão necessário. Devido ao núcleo condutor fundido e, igualmente, ao o revestimento fundido, o eletrodo também fornece a escória protetora e a atmosfera de gás inerte.

 

A solda por arco elétrico manual requer uma baixa tensão e alta intensidade de corrente. O sistema de soldagem converte a tensão da rede existente em uma tensão de solda consideravelmente menor. Ao mesmo tempo, ele fornece a intensidade de corrente necessária, com a qual a fonte de solda também pode ser ajustada e regulada.

A intensidade de corrente é o parâmetro mais importante para a qualidade das conexões na soldagem com eletrodo revestido. Portanto, ela deve permanecer o mais constante possível, mesmo que o comprimento do arco voltaico se altere. Para garantir isso, as fontes de solda para soldagem com eletrodo revestido sempre apresentam curva característica descendo.

Configuração do sistema da soldagem com eletrodo revestido

(1) Acoplamento à rede

(2) Fonte de solda

(3) Cabo de soldagem (eletrodo)

(4) Fio terra (peça de trabalho)

(5) Suporte do eletrodo

(6) Terminal terra

(7) Eletrodo revestido

(8) Peça de trabalho

Vantagens da soldagem com eletrodo revestido

  • Fácil manuseio
  • Independente da localização e universalmente aplicável: na oficina, ao ar livre, debaixo d'água
  • Baixa poluição sonora
  • Baixos custos de aquisição
  • Proteção do cordão de soldagem devido à formação de escória
  • Relativa insensibilidade à contaminação, como ferrugem, escamas, óleos, graxas
  • Quase todos os materiais metálicos podem ser soldados
  • Alta qualidade de cordão de soldagem e altos valores de qualidade mecânica

Desvantagens da soldagem com eletrodo revestido

  • Baixa velocidade de soldagem
  • Alta produção de fumaça
  • Ocorrência do efeito de sopro
  • Mais fontes de erro devido a crateras finais e pontos de contato
  • O diâmetro do eletrodo depende da espessura da chapa e da posição de soldagem
  • Altos tempos de ajuste e tempos não produtivos: Cozimento de eletrodos embalados por padrão
  • Fixação dos eletrodos, remoção dos resíduos, remoção de escória e respingos
  • Não mecanizável

Como surge um arco voltaico?

Para que um arco voltaico surja, o circuito elétrico entre o eletrodo e a peça de trabalho deve ser rompido. Na soldagem com eletrodo revestido, isso acontece por uma ignição de contato ou de toque. O soldador leva o eletrodo para a peça de trabalho – através desse contato e da conexão com o fio terra, forma-se um circuito elétrico fechado. O levantamento do eletrodo revestido interrompe o circuito elétrico, causando um curto-circuito e fazendo com que o arco voltaico comece a queimar.

marcos históricos da soldagem com eletrodo revestido

Eletrodo de foco

Tarefas do revestimento de eletrodos

  • Ionização da distância de isolamento
  • Formação de uma atmosfera de gás inerte
  • Formação de escória
  • Estabilização do arco voltaico
  • Controle de desoxidação
  • Controle de processos de formação e separação de liga no banho de solda
  • Influência na velocidade de resfriamento do cordão de soldagem
  • Aumento do peso do material projetado por unidade de tempo (saída)
Código Tipo de eletrodo Características e utilização
A revestimento ácido alta estabilidade do arco voltaico, banho de solda altamente fluido, raramente usado
C revestimento de celulose arco voltaico intenso, pouca escória, alto grau de diluição na área do banho de solda, difícil de soldar
R revestimento de rutila passagem de matéria prima por spray, fácil de soldar, cordões planos, pobre capacidade de ponte
RR revestimento grosso de rutila passagem de matéria prima por spray, fácil de soldar, cordões planos, pobre capacidade de ponte
RC revestimento de celulosa e rutila passagem de matéria prima por spray, fácil de soldar, cordões planos, pobre capacidade de ponte
RA revestimento ácido de rutila passagem de matéria prima por spray, fácil de soldar, cordões planos, pobre capacidade de ponte
RB revestimento básico de rutila passagem de matéria prima por spray, fácil de soldar, cordões planos, pobre capacidade de ponte
B revestimento básico adequado para conexões de alta resistência, soldabilidade em diversas posições, um pouco mais difícil de soldar do que eletrodos revestidos de rutila

Sistemas de soldagem inovadores para a soldagem manual

AccuPocket 150/400
  • Soldagem independente da rede graças à bateria integrada
  • Operação com bateria, funcionamento do gerador, operação híbrida
  • Leve e resistente para condições operacionais adversas
Saiba mais sobre o AccuPocket 150/400
TransPocket 180
  • Sistema de soldagem de eletrodos portátil
  • Estrutura resistente para condições operacionais adversas
  • Atualizável para funcionalidades adicionais
Saiba mais sobre o TransPocket 180
TransSteel 2200
  • Dispositivo com multiprocessamento – MIG/MAG, TIG, soldagem de eletrodos revestidos
  • Portátil e peso otimizado para uso móvel
  • Operação intuitiva e navegação simples de menu
Saiba mais sobre o TransSteel 2200

Leia mais sobre o tema



O SONHO DA SOLDAGEM

Todos querem „viver seu sonho“ – David Blackburn construiu o seu. Há 15 anos, ele trabalha, de dia, como operador de máquinas, e, de noite e nos finais de semana, como soldador. Com sua empresa individual, Blackburn Fabrication, em Columbus, Ohio, ele repara tudo, desde coletores de escape de aeronaves até cercas de fazenda. O que não pode faltar em seu trabalho: a TransPocket 180.

Conheça toda a história de David Blackburn

Vestuário de proteção para soldadores

Passar um dia inteiro na mesa de soldagem é estressante. A radiação UV e os vapores de solda são apenas alguns dos fatores que podem ser perigosos se você não tiver a proteção certa. O equipamento de soldagem correto faz a diferença crucial nessa área.
Leia mais sobre segurança
[ALTTEXT]