Soldagem de aço inoxidável

É a mistura que importa

Desafios de soldagem de aço inox

A soldagem de aço inoxidável requer um bom conhecimento do material – pois diversas ligas e tipos de aço apresentam diferentes características de soldagem. O objetivo é manter as características positivas do material mesmo após o processo de soldagem.

Coisas para saber sobre o aço inoxidável

A forma mais pura do aço

O aço inoxidável refere-se a aços ligados e não ligados com um grau de pureza especialmente alto. A proporção de enxofre e fósforo, acompanhantes do ferro, é inferior a 0,025%. O aço inoxidável não necessariamente deve ser à prova de ferrugem. No entanto, no dia a dia, a maioria das pessoas fala apenas de aços à prova de ferrugem ao tratar de aços inoxidáveis.

Ligas

Os elementos de liga mais comuns no aço inoxidável são o cromo, o níquel, o molibdênio, o titânio, o nióbio, o vanádio e o cobalto. A partir de uma percentagem mínima de 12% de cromo, o aço inoxidável passa a ser resistente. Na superfície, uma fina camada de óxido de cromo é formada pela influência do oxigênio. Isso protege o aço subjacente contra outras influências químicas.

Na medida certa

A adição de outros elementos de liga pode melhorar ainda mais as propriedades mecânicas e químicas do aço inoxidável. O níquel, por exemplo, aumenta a resistência a ácidos. O titânio ou o nióbio estabilizam a estrutura do material em temperaturas mais altas. Manganês, molibdênio e cobre aumentam a resistência a ácidos e a pontos de corrosão.

Quais tipos de aço inoxidável existem?

Dependendo dos componentes de sua estrutura, faz-se a distinção entre vários tipos de aço:

Aços austeníticos

Esses aços são também chamados de aços de cromo-níquel (aços CrNi) e possuem um teor de níquel superior a 8%. Eles fornecem boas propriedades mecânicas, são resistentes à corrosão e a ácidos e podem ser facilmente processados. Eles são usados principalmente em condições ambientais agressivas – por exemplo, na indústria química ou de alimentos.

Aços ferríticos

Existem dois tipos de aços ferríticos. Seu teor de cromo fica ou entre 11 e 13% ou em 17%. Os primeiros são chamados de "inertes à corrosão" devido ao seu menor teor de cromo. Eles são usados sempre que uma longa vida útil e segurança são importantes, sendo a aparência visual menos importante. Exemplos incluem construção de contêineres, vagões e veículos.

Aços ferríticos-austeníticos (aço duplex)

Por causa de seus dois componentes estruturais, ferrite e austenite, esses aços inoxidáveis também são conhecidos como aços duplex. Eles juntam duas características particularmente boas: Uma resistência maior do que o aço inoxidável de cromo-níquel e uma maior ductilidade e maleabilidade do que o aço inoxidável de cromo. Devido à sua alta resistência à corrosão superficial, o aço duplex é usado principalmente nas indústrias química e petroquímica, bem como na técnica offshore.

Aços martensíticos

Esses aços inoxidáveis possuem um teor de cromo de 12 a 18% e um teor de carbono superior a 0,1%. Eles podem ser temperados por aquecimento e resfriamento rápido e apresentam uma alta resistência, que cresce com o aumento do teor de carbono. Eles são usados, por exemplo, na fabricação de lâminas de barbear, facas e tesouras. Contudo, eles são menos resistentes à corrosão do que outros aços inoxidáveis.

Vantagens

  • Resistência à corrosão
  • Resistência a temperaturas
  • Alta robustez
  • Durável

Desvantagens

  • Matéria prima básica cara
  • Baixa resistência à tração

O que deve ser observado na soldagem de aço inoxidável?

Para a soldagem de aço inoxidável, você pode aplicar praticamente qualquer método de soldagem. Ao escolher, você deve se guiar pelo tipo de componente e pelos requisitos do cordão de soldagem. Uma atenção especial deve ser dada à escolha do material de adição: Ao usar um material adicional errado, existe o perigo de que o ponto de soldagem não atinja a mesma resistência que o ambiente. Como resultado, o aço nesse ponto pode não apenas se romper, mas também enferrujar. Antes da soldagem, você deve saber exatamente qual aço inoxidável está em uso e, então, selecionar o material adicional adequado.

Sistemas de soldagem profissionais para a soldagem de aço inoxidável

TransTig 230i
  • Sistema de soldagem TIG CC
  • Navegação de menu intuitiva
  • Expansível com pacotes opcionais de funções
Saiba mais sobre o TransTig 230i
TPS 320i
  • Sistema de soldagem MIG/MAG
  • Documentação de dados integrada
  • Display de toque intuitivo
Saiba mais sobre o TPS 320i
TransSteel 2700
  • Sistema de soldagem MIG/MAG 
  • Banco de dados detalhado das curvas características
  • Perfeito para aplicações de aço e cromo-níquel
Saiba mais sobre o TransSteel 2700